home
29/08/2017

Somos peixes fora d'água?


Somos peixes fora d’água?


                Não é novidade que nos aproximados 200 mil anos de humanidade passamos a maior parte do tempo no campo, nas florestas e até em cavernas. Na verdade, menos de 300 anos se passaram desde que a urbanização moderna começou a acontecer. Nós perdemos o tão… natural, contato com a natureza. 

Como pesquisas comprovam, são constatados alguns benefícios em se restabelecer a ligação perdida:

                1 – Relaxamento mental e equilíbrio emocional

                Ao observarmos um aquário, nos acalmamos, o que ajuda a controlar a pressão arterial e a frequência cardíaca. Os movimentos dos peixes, com seus padrões variados, estimulam nossa mente de uma maneira relaxante, um perfeito descanso mental após um longo dia de trabalho.

                Uma pesquisa feita com pacientes com problemas no sistema nervoso demonstrou melhorias no estado de alerta, na execução de tarefas diárias e na alimentação, ao conviverem  com aquários. O que resultou em um uso reduzido de medicamentos.

                2 – Bem-estar e alegria

                As cores vibrantes e movimentos natatórios dos peixes, quase dançantes, nos fazem experimentar uma sensação semelhante à prática de exercícios físicos e à ingestão de chocolate, ou seja, liberamos substâncias que combatem o estresse do dia-a-dia.

                3 – Melhoria na concentração e criatividade

                Outro benefício da quantidade de cores vibrantes e alegres no aquário, além dos movimentos das plantas e outros seres vivos, estimulam a atividade cerebral. Todas as propriedades benéficas das cores estão reunidas em um lugar só, e informações interagindo geram boas e novas ideias.

                4 – Maior produtividade em ambientes profissionais

                Dando uma maior ênfase nas plantas do aquário, incluindo as artificiais, lembramos que o verde estimula a felicidade e até ajuda a fortalecer o sistema imunológico.  Assim há melhora no ambiente de trabalho possibilitando um aumento na produtividade.

                5 – Senso de responsabilidade e compromisso em crianças

                Cuidar de um aquário, apesar de muito simples, é uma responsabilidade considerável para uma criança. Isso gera um senso de dever, pois a criança precisa se acostumar com hábitos rotineiros e com a proteção de outros seres vivos: dar ração aos peixes, limpar o aquário de tempos em tempos, tratar o aquário com cuidado, etc. As crianças aprendem o valor do compromisso enquanto são as maiores admiradoras dos aquários.

                Portanto podemos afirmar que convivendo com um aquário começamos a responder a pergunta do título deste texto. Somos peixes fora d’água? Sim! Mas, através da aproximação com alguns peixes e plantas estamos restabelecendo um bom contato com a natureza.

        Vital Pet

        23/05/2016